Foi inaugurada no dia 12 de Outubro de 2020, em Bordéus, a exposição “1940. L’Exil pour la Vie”, dedicada a Aristides de Sousa Mendes.

Esta exposição foi concebida pela Comissão Aristides de Sousa Mendes, com a curadoria de Cláudia Ninhos, Marie-Christine Volovitch-Tavarès e Victor Pereira e contou com o apoio local, nomeadamente financeiro, de várias autoridades regionais, departamentais e camarárias, para além do apoio da Secretaria Geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, através do Instituto Diplomático e do Arquivo Histórico-Diplomático.

Assinalando o 80º aniversário da ofensiva do exército alemão no nordeste de França, que provocou o êxodo de milhões de refugiados que chegaram à Gironda na esperança de escapar da guerra e encontrar uma saída para uma terra de asilo, esta exposição recria “o contexto e a ação do cônsul português em Bordéus, Aristides de Sousa Mendes, que assinou milhares de vistos em seu nome, desobedecendo assim a ordens de seu governo ”através de arquivos, documentos iconográficos e audiovisuais franceses e portugueses.

A exposição estará patente no Arquivo Departamental de Gironda, em Bordéus, até 31 de Dezembro de 2020, podendo ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

 

2020 10 12 Expo Bordeux 1000x1459

  • Partilhe